segunda-feira, 29 de agosto de 2016

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Familiterário


A família é a base para estruturar qualquer educação moral e espiritual. Na literatura e nos quadrinhos também não podia ser diferente. Leo Terário também tem uma família e nela encontra apoio para tudo.

O Familiterário é composto pelo patriarca Eleotério Terário, que é escritor e blogueiro; Lívida Terário, sua esposa, que é bibliotecária, o filho deles Levi Telhado, que é estudante e entregador de jornais e a caçula Lavínia Terário, que é um bebê com imaginação fértil.
Também existem animais muito espertos que vivem dentro do Antro Literário, que é uma gigantesca mansão em formato de livro. Outras surpresas serão reveladas também.
Para acompanhar as histórias, basta seguir as postagens em ilustrações e em quadrinhos nas páginas assinadas por Leo Vieira. Em breve, teremos gibi, desenho animado e livros exclusivos.

Leo Vieira



® Leo Vieira- Direitos Reservados    

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Leo Vieira: "Cante como os Pássaros"

Esse conselho eu li e ouvi para um monte de alternativas. Significa que devemos viver sem esperar muita coisa de retorno.
Um pássaro não canta esperando receber aplausos, ou então ganhar visibilidade e respeito entre outras aves. Ou mesmo ganhar uma honraria acadêmica no mundo animal. Um pássaro canta porque é da natureza dele e assim ele se sente feliz, independente se irão apreciar ou não.
Em nosso meio literário, somos como vistosos e eloquentes pássaros em busca de espaço e público para ouvir o nosso canto. Porém nem sempre estamos dispostos a ouvir o canto do pássaro que está ao nosso lado. Isso porque queremos apenas cantar e ser ouvidos. Não queremos ouvir.
De qualquer forma, o que deixamos de por em prática é que quando nos importamos demais com coisas desnecessárias, abrimos mão de grandes momentos como esses: de ser público e de apresentar o nosso canto.

Escreva seus textos, apresente-os nos blogs, publique seus livros, disponibilize-os na rede, seja presente no meio acadêmico virtual, elogie um texto ou um livro que gostar de ler e o mais importante de tudo. Não deixe de "cantar como os pássaros".
Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.

® Leo Vieira- Direitos Reservados 

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Leo Vieira: O problema das parcerias

É muito bom ter várias ideias simultâneas. Melhor ainda é quando contamos com equipe pra isso. Porém é importante saber do lado ruim de ter uma equipe e também fazer parte de uma. Qual afinal é o problema em se envolver em parcerias?
Na verdade, são vários problemas. O primeiro deles é que você fica escravo do projeto. Quando você se envolve ou se deixa envolver em projetos alheios, você fica a mercê de uma séries de imprevistos. Você também terá que prestar contas ao chefe ou à equipe (quando você é o organizador.
Outra coisa intrigante é que você não tem ideia se o projeto dará lucro ou então terá o mínimo e retorno. Seguindo nessa linha, começarão a vir os questionamentos que vão ficando cada vez mais agressivos.
Mesmo que não dê em nada o que você definiu, por uma série de motivos, a equipe não irá aceitar justificativas. Os colaboradores querem ver resultados de qualquer jeito. Não irá adiantar culpar os outros por isso.
Os desentendimentos irão aumentar em razão da equipe frustrada. E não é só isso; você também perderá a credibilidade para futuros projetos, além dos dissabores e animosidades. Tudo fruto de um esquema de produção mal elaborado.

Crie sempre um "Plano B". Se não der lucro, cada um receberá um valor parcelado ou então algum serviço no mesmo valor. Valorize a equipe, porque um dia você pode voltar a precisar dela.
Leo Vieira

Acompanhe a campanha de incentivo à leitura "Leia + Livros", do Leo Terário.

® Leo Vieira- Direitos Reservados